Inclusão: Coopertradição recebe visita de representantes da APAE de Pato Branco


07/06/2022

Com o objetivo de conhecer melhor o trabalho desenvolvido pela cooperativa e firmar futuras parcerias através da inserção de alunos no mercado de trabalho, na segunda-feira (31), a APAE – Associação de pais e amigos dos excepcionais de Pato Branco realizou uma visita ao complexo agroindustrial da Coopertradição.

A visita, conduzida pelo coordenador de SESMT, Inireo Mumbelli, pela coordenadora de RH, Luciane Rissardi, e pela analista de RH, Gisele Alves de Lima, foi de grande importância tanto para a cooperativa quando para a APAE, que estava representada pela assistente social, Luciane Dias Teixeira, assistente social, Luize Vanessa Ricci, psicóloga, Angela Link Saccol, coordenadora pedagógica e Fernanda Albiero Hendges, também coordenadora pedagógica.

Inserir pessoas com deficiência no mercado de trabalho auxilia no desenvolvimento de sua autonomia, na socialização e na autoestima. “De maneira geral, a pessoa com deficiência busca sua independência constantemente com muito empenho e a convivência com outras pessoas desperta exemplos motivadores e senso de valorização, contribuindo para o crescimento profissional de toda a equipe nos aspectos de valores, empatia e cooperação”, explicou a coordenadora de RH da Coopertradição, Luciane Rissardi.

Para a contratação de PCD (Pessoa com Deficiência) é fundamental que o perfil da vaga seja compatível com as funções que a empresa oferece, para que o mesmo tenha capacidade de desenvolver-se e apresentar suas potencialidades. A psicóloga da APAE, Luize Vanessa Ricci, comentou que os gestores e profissionais que trabalham com PNE vivem em um aprendizado constante. “É necessário desenvolver estratégias para que as PCDs apresentem suas potencialidades no contexto do trabalho. É um compromisso com a nossa sociedade para quebrar estigmas em relação às deficiências”.

Para que o trabalho com PCD possa ser desenvolvido com segurança e atendendo às reais expectativas dos envolvidos, a visita das representantes da APAE torna-se fundamental, tanto para entender melhor os processos quanto para conhecer o ambiente físico da cooperativa. “Temos a real intenção de atender à inclusão em todas as esferas, possibilitando a integração e o desenvolvimento profissional”, completou a coordenadora de RH da cooperativa.


Via do Conhecimento, 1911 km 02
Pato Branco - PR
CEP: 85.503-390
Desenvolvido por BRSIS
Uma nova versão de nossa Política de Privacidade está disponível em nossa página de Termos de uso, Lei 13.709/18.