Outubro Rosa: Coopertradição faz palestra de conscientização para colaboradoras e cooperadas


14/10/2022


Encontro fez parte da programação do Dia de Campo de Trigo, organizado pela cooperativa em parceria com empresas parceiras, durante os dias 5 e 6 de outubro

No dia 6 de outubro, cerca de 130 mulheres participaram de uma palestra alusiva ao Outubro Rosa. O encontro ocorreu no Centro de Tecnologia e Inovação da Coopertradição (CTIC) e fez parte da programação do Dia de Campo de Trigo.

Ministrada pelo casal de palestrantes Denise Steilmann e Eliomar Steilmann, a conversa com as mulheres tinha como tema “Autocuidado: uma questão de amor” — uma proposta para que colaboradoras e cooperadas pratiquem, cada vez mais, o autocuidado.

A conversa do casal com as mulheres abordou um tema bastante importante. Para além do autocuidado com a saúde, Denise e Eliomar falaram sobre as emoções e a forma como as pessoas se expressam. A fala do casal teve por objetivo mostrar às participantes que os sentimentos podem ser manifestados de inúmeras maneiras.

“Nós admiramos esse trabalho da cooperativa de pensar no ser humano, de pensar na família. Nossa ideia é falar sobre a influência das emoções em cada um de nós”, disseram, explicando que os temas abordados na palestra são baseados em situações reais vividas pelos dois em sua rotina como casal.

O tema da palestra foi escolhido devido ao perfil predominante de mulheres envolvidas com a cooperativa, em que a maioria é casada. Por isso, levando em consideração um dos valores da cooperativa (relacionamento), chegou-se à escolha da palestra.

Hoje a Coopertradição conta com 1.300 mulheres cooperadas e esposas de cooperados e outras 100 mulheres colaboradoras.

Iniciativa para incluir as mulheres no agronegócio

Para Mareli Linck Neitzke, diretora administrativa e assessora jurídica da Coopertradição, a programação do Outubro Rosa no Dia de Campo é uma iniciativa que busca incluir, cada vez mais, as mulheres nas atividades voltadas às práticas agrícolas.

“A Coopertradição tem um programa social específico para as mulheres, cooperadas e colaboradoras. Já tem uma tradição dentro dos trabalhos sociais, que vem desenvolvendo junto ao núcleo feminino da cooperativa. Exemplo disso foi a participação feminina no último Dia de Campo de Verão, onde nós organizamos uma programação para que as mulheres também tivessem um dia específico para acompanhar o Dia de Campo”.

O Núcleo Feminino Coopertradição, do qual Mareli comenta, foi fundado em julho de 2022 e conta com 30 cooperadas de todas as filiais da cooperativa, entre titulares e suplentes. Trata-se de um ambiente canalizador na realização de ações sociais e um estímulo ao empreendedorismo nas comunidades onde a cooperativa está inserida, bem como na realização de programas de desenvolvimento de competências e habilidades, que tem como objetivo a formação de lideranças femininas.

Para a produtora e cooperada de Clevelândia, Alzira Carneiro, momentos como a da palestra são ótimos para se atualizar e sair da rotina. “Eu venho em todos os eventos, nunca perdi nenhum. Acho excelente. Nós, cooperadas, já fomos para vários lugares com a Cooper. Eu mesma já fiz um monte de amizade, coisa que eu não tinha”.

Participação do Gama

O encontro também contou com a participação da Casa de Apoio Gama, que esteve no local comercializando os seus chocolates e conversando com as mulheres.

“Para nós, é um imenso prazer estar participando do evento da Cooper, que há muitos anos é uma parceira do Gama. Para nós, principalmente no Outubro Rosa, é fundamental quando trabalhamos a prevenção, pois é bastante importante que as mulheres se cuidem e façam os seus exames de prevenção, porque se é descoberto o câncer no início, a chance de cura é muito maior”, disse Sueli Braum, tesoureira do Gama.

Um momento de aprendizado

Além da palestra sobre autocuidado, as mulheres também participaram de um bate-papo com a consultora da Biotrigo, Kenia Meneguzzi, que falou sobre a qualidade industrial do trigo.

“É um momento bastante importante porque traz orientações técnicas, fala das cultivares e dos lançamentos que vão ter acesso na próxima safra. Então, ajuda no planejamento, na cooperação e faz com que a cooperativa consiga, dessa forma, passar aos cooperados informações daquilo que ela precisa para atender aos seus clientes”, comentou Kenia.

Coopertradição
Via do Conhecimento, 1911 km 02
Pato Branco - PR
CEP: 85.503-390
Desenvolvido por BRSIS
Uma nova versão de nossa Política de Privacidade está disponível em nossa página de Termos de uso, Lei 13.709/18.